Blog

A importância da vedação do respirador

Quem é da área de proteção respiratória ou usuário antigo de equipamentos de proteção respiratória conhece bem a afirmação: “Não existe proteção respiratória sem uma boa vedação”. A afirmação é verdadeira, especialmente quando tratamos da utilização de equipamentos purificadores de ar não motorizados ou de pressão negativa. Este último são aqueles que dependem da força respiratória do utilizador para “forçar” a passagem do ar pelo filtro. 

Para que um Respirador Purificador de Ar cumpra seu papel, o ar contaminado de partículas deve passar pelo meio filtrante. No caso das PFF’s, pelas camadas de não tecido que compõem esse tipo máscara. Uma dessas camadas, o meltblown, devido às suas propriedades, tem a capacidade de reter finíssimas partículas que chegam a ser de 100 à 200 vezes menores que o diâmetro de um fio de cabelo.

vedacao-do-respirador

Existe um resistência na passagem do ar pelo meio filtrante. Nesse caso, se a máscara não estiver muito bem ajustada, pode ocorrer vazamento. Isso pode fazer com que o fluxo de ar passe por esse local já que não haverá a resistência que há no filtro. Quando isso ocorre chamamos de FALHA DE VEDAÇÃO. As falhas de vedação, por menores que sejam, permitem a passagem dos contaminantes por ela. Reduzindo drasticamente, senão anulando por completo a proteção que a máscara proporcionaria se bem ajustada ao rosto. Isso vale para qualquer tipo de respirador purificador de ar não motorizado.      

Então, para que se obtenha um excelente ajuste, o usuário deve ser treinado e conscientizado dos riscos da má colocação. Para o ajuste correto, sempre seguir as recomendações do fabricante. As embalagens individuais da Tayco possuem diversas informações, dentre elas a maneira correta de colocação com figuras ilustrativas. O respirador PFF não deve ser utilizado por usuários que apresentem  pelos faciais ou cicatrizes profundas na face que impeçam a boa vedação (mesmo uma barba por fazer de poucos dias representa grande risco à vedação).

Por fim, existe um teste chamado “Ensaio de Vedação”, que é individual para cada usuário. Ele identifica se o modelo de máscara escolhido proporciona boa vedação no rosto de cada um. Existem diversos tipos de ensaio de vedação e é um teste obrigatório para o empregador identificar os modelos adequados a cada trabalhador  que utiliza equipamento de proteção respiratória, mas isso já é tema para outra postagem!